Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

“Em qual país as pessoas agradecem Paulo Guedes no supermercado?” - Nova Difusora

Fale conosco via Whatsapp: +11976774820

No comando: Café News

Das 07:00 às 08:00

No comando: Em Pauta

Das 08:00 às 09:00

No comando: Programa Wellignton de Andrade

Das 09:00 às 10:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 09:00 às 11:00

No comando: Francisco Rossi e você

Das 10:00 às 12:00

No comando: Conexão Regional

Das 11:00 às 12:00

No comando: Sintonizados

Das 12:00 às 14:00

No comando: Roda de Amigos

Das 13:00 às 14:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS

Das 14:00 às 15:00

No comando: CLÁSSICOS SERTANEJOS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 14:00 às 16:00

No comando: POSCAST

Das 15:00 às 16:00

No comando: Jornada Esportiva

Das 15:00 às 18:00

No comando: Papo Reto

Das 16:00 às 17:00

No comando: SAMBA DO BOCA

Das 16:00 às 18:00

No comando: Verdades Vivas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Nova Esporte

Das 18:00 às 19:00

No comando: Pega Leve EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 18:00 às 22:00

No comando: Pega Leve

Das 20:00 às 22:00

“Em qual país as pessoas agradecem Paulo Guedes no supermercado?”

No último dia 12, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ao site JOTA que as pessoas o agradecem quando ele entra em algum supermercado. “Vejo isso aqui [cargo de ministro] como um compromisso com 200 milhões de brasileiros. Enquanto eu sentir que estou ajudando… Eu entro no supermercado, as pessoas me agradecem. Às vezes falam: Olha, nós rezamos pelo senhor, estamos sentindo o que o senhor está fazendo por nós. Isso me recompensa mais que qualquer elogio”.

A declaração foi criticada pelo vereador professor Naldo (PT). “Em qual país as pessoas no supermercado agradecem a Paulo Guedes?”, ironizou. “O preço médio dos alimentos em 2021 foi o maior dos últimos 10 anos, foi 28,1% superior a 2020. O milho subiu 44,1% em 2021, o trigo avançou 31,3%, os óleos vegetais chegaram a 65,8%, com estas altas nos preços ele [Paulo Guedes] não está falando do Brasil. É só perguntar para quem vai ao supermercado. Cada vez mais o carinho fica com menos produtos”.

Fonte: webdiario.com.br 

Deixe seu comentário: