Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Incêndio em SP condena três construções, mas prédio em chamas não tem risco de desabar - Nova Difusora

Fale conosco via Whatsapp: +11976774820

No comando: Em Pauta

Das 08:00 às 09:00

No comando: Programa Wellignton de Andrade

Das 09:00 às 10:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 09:00 às 11:00

No comando: Francisco Rossi e você

Das 10:00 às 12:00

No comando: Conexão Regional

Das 11:00 às 12:00

No comando: Sintonizados

Das 12:00 às 14:00

No comando: Roda de Amigos

Das 13:00 às 14:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS

Das 14:00 às 15:00

No comando: CLÁSSICOS SERTANEJOS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 14:00 às 16:00

No comando: POSCAST

Das 15:00 às 16:00

No comando: Jornada Esportiva

Das 15:00 às 18:00

No comando: Papo Reto

Das 16:00 às 17:00

No comando: SAMBA DO BOCA

Das 16:00 às 18:00

No comando: Verdades Vivas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Nova Esporte

Das 18:00 às 19:00

No comando: Pega Leve EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 18:00 às 22:00

No comando: Pega Leve

Das 20:00 às 22:00

Incêndio em SP condena três construções, mas prédio em chamas não tem risco de desabar

Bombeiros trabalham no combate ao fogo desde a noite do domingo (10). Causas que provocaram são investigadas

O comadante do Corpo de Bombeiros, Jefferson de Mello, afirmou na manhã desta segunda-feira (11) que quatro construções foram danificadas pelo fogo na região da 25 de Março. O prédio principal, onde funcionam lojas de brinquedos e artigos de festas na rua Barão de Duprat, altura do número 95, na Sé, bairro do Centro Histórico de São Paulo, não corre o risco de desabamento. As três outras construções estão “condenadas“, segundo o comandante.

O Corpo de Bombeiros continua, na manhã desta segunda-feira (11), atuando no combate ao incêndio. Segundo Mello, há uma igreja antiga comprometida e dois estabelecimentos comerciais também condenados. Na manhã desta segunda, há 28 viaturas e 80 profissionais tentando apagar os focos do incêndio.

“Tudo começou na parte de baixo do prédio, entre o térreo e primeiro andar. Pela forma como ele [prédio principal] é compartimentado isso pode não acontecer, mas os demais, que foram atingidos, estão praticamente condenados”, disse Mello. “Há rachaduras bem comprometidas que precisam de avaliação pormenorizadas. Vamos evitar a entrada dos proprietários para a defesa civil fazer a avaliação.”

Combate às chamas

O comandante, que coordena as ações de combate ao fogo, disse que os Bombeiros em pelo menos três frentes de trabalho. O prédio principal tem oito andares e o fogo o consumiu totalmente. Inicialmente, os brigadistas não conseguiram entrar no imóvel. Somente, por volta das 4h os Bombeiros conseguiram entrar no edifício para iniciar o combate interno.

Durante os trabalhos, dois bombeiros sofreram queimaduras e tiveram que ser levados ao pronto socorro do Hospital Tatuapé. Um deles teve 36% e outro com 18% do corpo atingido com queimaduras de segundo grau.

Além do prédio principal, outras três edificações vizinhas foram atingidas: a Loja Matsumoto, que desabou totalmente, uma igreja que fica embaixo de um prédio ao lado do prédio principal, que desabou parcialmente, e uma outra loja de cinco andares, também totalmente atingida.

No local, a Sabesp fez o remanejamento do uso da água para aumentar a pressão, ajudando no combate. A expectativa é que os trabalhos durem o dia todo e ainda parte da noite. Desde o início da ocorrência, os prédios e casas ao lado foram totalmente evacuados.

Fonte R7 Noticias

Deixe seu comentário: