Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Intenção de consumo cresce 1,8% em março; em um ano avanço é de 5,9% - Nova Difusora

Fale conosco via Whatsapp: +11976774820

No comando: Café News

Das 07:00 às 08:00

No comando: Em Pauta

Das 08:00 às 09:00

No comando: Programa Wellignton de Andrade

Das 09:00 às 10:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 09:00 às 11:00

No comando: Francisco Rossi e você

Das 10:00 às 12:00

No comando: Conexão Regional

Das 11:00 às 12:00

No comando: Sintonizados

Das 12:00 às 14:00

No comando: Roda de Amigos

Das 13:00 às 14:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS

Das 14:00 às 15:00

No comando: CLÁSSICOS SERTANEJOS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 14:00 às 16:00

No comando: POSCAST

Das 15:00 às 16:00

No comando: Jornada Esportiva

Das 15:00 às 18:00

No comando: Papo Reto

Das 16:00 às 17:00

No comando: SAMBA DO BOCA

Das 16:00 às 18:00

No comando: Verdades Vivas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Nova Esporte

Das 18:00 às 19:00

No comando: Pega Leve EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 18:00 às 22:00

No comando: Pega Leve

Das 20:00 às 22:00

Intenção de consumo cresce 1,8% em março; em um ano avanço é de 5,9%

Foto: Reprodução / Guia do Estudante

Reportagem: Sig Eikmeier

Intenção de consumo das famílias sobe pela terceira vez seguida em março.

A alta é de um vírgula oito por cento, sobre fevereiro, aponta o levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a CNC.

Isso fez o indicador de consumo, medido pela confederação, subir para 78 vírgula um pontos este mês.

A alta foi puxada por sete componentes e os destaques foram a avaliação sobre a renda, que subiu 3,2%, a perspectiva profissional, que cresceu 2,8% e o emprego atual, que subiu 2,6%.

As outras avaliações otimistas foram em relação ao consumo atual, o acesso ao crédito e o momento para compra de bens duráveis.

A única queda verificada na pesquisa foi em relação à perspectiva de consumo, de menos um vírgula dois por cento.

Na comparação com março de 2021, a intenção de consumo cresceu 5,9%.

Fonte: Agencia Rádio 2

Deixe seu comentário: