Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Preços dos combustíveis registram forte alta nas bombas de todo País - Nova Difusora

Fale conosco via Whatsapp: +11976774820

No comando: Café News

Das 07:00 às 08:00

No comando: Em Pauta

Das 08:00 às 09:00

No comando: Programa Wellignton de Andrade

Das 09:00 às 10:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 09:00 às 11:00

No comando: Francisco Rossi e você

Das 10:00 às 12:00

No comando: Conexão Regional

Das 11:00 às 12:00

No comando: Sintonizados

Das 12:00 às 14:00

No comando: Roda de Amigos

Das 13:00 às 14:00

No comando: AVENTURAS SERTANEJAS

Das 14:00 às 15:00

No comando: CLÁSSICOS SERTANEJOS EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 14:00 às 16:00

No comando: POSCAST

Das 15:00 às 16:00

No comando: Jornada Esportiva

Das 15:00 às 18:00

No comando: Papo Reto

Das 16:00 às 17:00

No comando: SAMBA DO BOCA

Das 16:00 às 18:00

No comando: Verdades Vivas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Nova Esporte

Das 18:00 às 19:00

No comando: Pega Leve EDIÇÃO DE SÁBADO

Das 18:00 às 22:00

No comando: Pega Leve

Das 20:00 às 22:00

Preços dos combustíveis registram forte alta nas bombas de todo País

Foto: Reprodução / Way Magazine

Repórter: Milena Abreu

Os preços dos combustíveis registraram, na semana passada, forte alta em todo o Brasil.

A disparada dos preços é reflexo do reajuste feito pela Petrobras no preço de revenda dos combustíveis às refinarias, que começou a valer no dia 11 de março.

De acordo com levantamento da ANP, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o preço médio da gasolina comum no país saltou de R$ 6,68, na semana entre os dias 6 e 12, para R$ 7,27 na semana passada, encerrada no dia 19.

Uma diferença de 59 centavos no preço médio – um termos percentuais, a alta foi de quase 9%

No entanto, tem brasileiro pagando bem mais que isso. Nos postos quase 4 mil e 800 postos monitorados, a ANP não encontrou o litro da gasolina por menos de R$ 5,90 e, na máxima, o valor cobrado foi de R$ 8,40.

Há diversos registros publicados na internet, no entanto, de postos onde o litro da gasolina já supera R$ 10/11.

Também está pesando cada vez mais no bolso o preço cobrado pelo litro do diesel. Na média, segundo a ANP, o litro do combustível dos caminhões saltou de R$ 5,81, na semana retrasada, para R$ 6,65, na semana passada. Alta de 84 centavos no preço médio – quase 15% a mais entre uma semana e outra.

O maior valor cobrado pelo diesel encontrado pela agência foi de R$ 7,98 e o caminhoneiro que encontrou o combustível mais barato pagou R$ 4,60 pelo litro.

Já o etanol foi, dos 3, o combustível que menos variou na semana passada. Ainda assim, foi um aumento expressivo.

O preço médio do litro ficou em R$ 4,94, 29 centavos a mais do que os R$ 4,65 cobrados na semana imediatamente anterior.

Lembrando que, como rende menos, o etanol só vale a pena quando custa até 70% do valor da gasolina.

Um cálculo simples pode te ajudar na hora de abastecer o taque: é só dividir o preço do etanol pelo preço da gasolina. Se o resultado for menos que 0,7, compensa colocar etanol. Se o valor for superior, o melhor é optar pela gasolina.

Fonte: Agencia Rádio 2

Deixe seu comentário: